Novidades

As Dominantes do Treino de Futebol


Neste blogue tentamos passar um pouco de como pensamos o futebol, não as ideias comuns a todos, mas sim aquelas que divergem de treinador para treinador e de clube para clube. Não quer dizer que sejam as mais corretas, não quer dizer que sejam as mais originais, são as nossas.

Na minha opinião, todos os treinos devem ser cuidadosamente pensados. Ter objetivos mais gerais e outros mais específicos e ser construído de acordo com eles. Ora isto quer dizer que antes de se elaborar o plano de treino propriamente dito, é preciso pensar-se nesses objetivos.

Os objetivos do treino não são mais que comportamentos que desejamos que os jogadores venham a obter, motivados pelos estímulos decorrentes do treino. Em tom de exemplo podemos falar num frente a frente de um avançado com o guarda-redes em que queremos que o jogador marque desviando a bola do oponente; é um comportamento que só aparece dependente de vários fatores (vamos chamar-lhes dominantes): 

  • Dominante física – a força com que o jogador consegue rematar, a velocidade com que se dirige à baliza, etc.; 
  • Dominante tático-técnica – a forma como se dirige ao guarda-redes, a forma como coloca o corpo em relação à bola, etc.;
  • Dominante psicológica – se falhou na jogada anterior terá que ser persistente e não se deixar desmotivar, conseguir fazer a escolha certa em frente à baliza, etc. 

 Seguindo esta linha de raciocínio, primeiro temos que definir bem as dominantes do treino de futebol, para depois definirmos objetivos para finalmente começarmos a elaborar o treino.


A FA (Football Association – a homóloga inglesa da nossa Federação Portuguesa de Futebol) apresenta-nos no seu plano de desenvolvimento de jogadores a longo prazo, um modelo em quadrado de 4 cantos que ajuda a ilustrar as dominantes do treino de um jogador de futebol. Cada canto corresponde a uma dominante:

    Retirado de http://www.warwickjuniorsfc.co.uk
     

  • Thecnical (tático-técnica) – corresponde ao desenvolvimento da relação com a bola, da perceção e ocupação dos espaços, do 1x1, do passe, do remate…;
  • Psycological (psicológica) – corresponde desenvolvimento da agressividade e competitividade no jogo e no treino, à melhoria da compostura, adaptar-se de acordo com a situação de jogo…;
  • Physical (física) – corresponde ao desenvolvimento das capacidades físicas;
  • Social – corresponde à relação com os colegas e treinadores dentro e fora do campo.


Pessoalmente acho que a dominante psicológica e social estão de tal forma ligadas que podem ser apenas uma. Sendo 3 ou 4 as dominantes do treino, o importante é defini-las desde o início e treiná-las, para que os jovens possam evoluir no seu todo. Muitos treinadores que vejo (eu incluído, até há um tempo) descuram as dominantes social e psicológica, prejudicando os atletas e consequentemente a equipa. Estas dominantes podem e devem ser incluídas nos macro e microciclos para serem trabalhadas ao longo do ano com mais ou menos intensidade dependendo das necessidades da equipa, tal como as outras dominantes. 

No desporto em geral e no futebol em particular, o treinador ensina/orienta pessoas. Esta é uma frase simples mas que faz da função do treinador um trabalho muito complexo. Trabalhar com pessoas implica que focar a atenção apenas nas dominantes física e tático-técnica não seja suficiente para obter sucesso.

Independentemente do estatuto do clube, após uma época, o indicador de sucesso de um treinador é ter feito os seus jogadores fisicamente mais fortes, tecnicamente mais aptos, pessoas que se relacionem mais facilmente e da melhor forma possível com os outros e que consigam lidar mais facilmente com situações adversas tanto dentro como fora do clube.

Em suma:
  • Antes de se planear os treinos, têm que se definir as dominantes do futebol a trabalhar;
  • De acordo com o modelo dos 4 cantos as dominantes do futebol são a tático-técnica, a psicológica, a física e a social;
  • O treinador ensina/orienta pessoas e não apenas meros jogadores.

Acham importante o planeamento destas 4 dominantes?

Costumam fazê-lo? Como?

Que tipo de exercícios fazem para treinar as dominantes sociais e psicológicas?




     Hugo Pinto


    Sem comentários